BLOGS:
Shadow

O futebol que não pára no verão

Os meses de verão no hemisfério norte, junho e julho, são marcados pela quase total ausência de futebol de clubes. A maioria dos campeonatos estão parados entre cada época, com o período a ser dedicado quer às seleções, quer ao mercado de transferências, quer à preparação da temporada seguinte.

No entanto, nem todos os campeonatos estão parados. Aqui no Mundo Rubronegro, mostramos-lhe três campeonatos que continuam a ser disputados mesmo no verão, e nos quais pode apostar na Betway.

Eliteserien

A Eliteserien é a primeira divisão do futebol na Noruega. Disputa-se entre a primavera e o outono, e não entre o fim do verão e o fim da primavera como acontece em quase todos os campeonatos europeus.

Atualmente, o campeonato é disputado por 16 equipas, no sistema de duas voltas, o que perfaz um total de 30 jogos. O campeão apura-se para a qualificação para a Liga dos Campeões da temporada seguinte (neste caso, 2024/2025), o segundo vai à qualificação para a Liga Europa e o terceiro disputa a qualificação para a Liga Conferência.

No polo oposto da tabela, os dois últimos classificados descem diretamente de divisão, enquanto a equipa que ficar em 14.º disputa um playoff de permanência.

O clube de referência em número de títulos é o Rosenborg. Bem conhecido internacionalmente, tem 26 títulos – o último deles em 2018. Desde então, a supremacia tem sido do Molde e do Bodo/Glimt.

Na época atual, o Bodo/Glimt lidera destacado, enquanto o segundo lugar está a ser disputado por várias equipas – Tromsö, Brann, Viking, Sarpsborg 08 e Molde estão separados por poucos pontos.

Daniel Berg Hestad tem um recorde de 473 jogos disputados na Eliteserien, entre 1993 e 2016 numa carreira invulgarmente longa no futebol atual. Já o melhor marcador de sempre é Sigurd Rushfeldt, que entre 1992 e 2011 fez balançar as redes por 172 vezes.

No atual ranking de coeficiente da UEFA, a Noruega ocupa a 16.ª posição, pouco atrás da Primeira Liga Checa. Já no ranking de coeficiente de clubes, o Molde é o mais bem colocado norueguês em 70.º.

Allsvenskan

Mais um país nórdico em que o futebol não para durante o verão. Na Suécia, a Allsvenskan só fica em pausa durante o rigoroso inverno do país, realizando-se entre a primavera e o outono (europeus, claro está).

Com 16 equipas em competição, a primeira divisão sueca tem 30 jornadas e segue o tradicional formato de um campeonato a duas voltas. O campeão tem vaga na primeira pré-eliminatória do apuramento para a Liga dos Campeões seguinte (2024/2025, neste caso), enquanto o segundo e o primeiro classificados vão à segunda pré-eliminatória da Liga Conferência.

As equipas que acabarem em 15.º e em 16.º descem diretamente à segunda divisão sueca, sendo que o 14.º tem uma última hipótese de tentar a manutenção num playoff.

Nesta temporada, está a acontecer uma luta a três pelo título, com um trio de equipas separadas por poucos pontos quase a meio: Malmö, Elfsborg e BK Hacken.

O clube com um palmarés mais rico é o Malmö, com 22 títulos conquistados. O último foi em 2021, enquanto na época passada o BK Hacken surpreendeu ao ser campeão pela primeira vez. A última vez que tinha havido um campeão inédito na Suécia remonta a 2001 (o Hammabary). O IFK Goteborg é o segundo clube em número de títulos, com 18, mas nesta época está a lutar para não descer.

A Suécia ocupa a 23.ª posição no ranking da UEFA e o clube mais bem colocado na hierarquia europeia é o Malmö em 65.º.

Sven Andersson, com 431 jogos, foi o futebolista que mais jogos disputou na Allsvenskan, durante 20 anos entre 1981 e 2001. O melhor marcador de sempre, com 254 golos em 410 jogos, é Sven Jonasson… que se retirou em 1949 e sempre representou o Elfsborg.

Primeira Liga Irlandesa

É entre fevereiro e novembro que se disputa a Primeira Liga Irlandesa. Por isso mesmo, decorre entre o fim do inverno e o princípio do outono no hemisfério norte, mantendo em ação o futebol de clubes.

O principal campeonato de futebol da República da Irlanda tem apenas dez equipas participantes. No entanto, tem 36 jogos, já que o formato é pouco convencional: há quatro embates entre cada equipa (dois em casa e dois fora).

Só o campeão pode ter acesso à Liga dos Campeões da época seguinte (2024/2025, neste caso), ao ser apurado para a primeira pré-eliminatória. O segundo e o terceiro classificado avançam para a primeira pré-eliminatória da Liga Conferência.

No fim da tabela, o último classificado fica condenado à descida direta, sendo que o nono classificado ainda tem acesso a um playoff de permanência.

Com mais de metade do campeonato desta temporada já disputada, há quatro equipas em destaque na luta pelo título: Shamrock Rovers, St. Patrick, Derry City e Dundalk.

O Shamrock Rovers começou a época como claro favorito: é o atual tricampeão e já celebrou o título por 20 vezes sendo recordista. Em 152.º, é o mais bem posicionado irlandês no ranking de clubes da UEFA. Quanto ao ranking de países, a República da Irlanda está em 36.º.

Al Finucane jogou 634 vezes na Primeira Liga Irlandesa até 1988 e não há ninguém com mais partidas disputadas. Já o melhor marcador de sempre Brendan Bradley, que fez o gosto ao pé por 235 vezes até 1986.

Votos: 22 | Pontuação: 4.1

No votes so far! Be the first to rate this post.

Autor: Marta Silva
Se gostou do artigo partilhe com os seus amigos. Isso vai-nos ajudar a continuar criando artigos interessantes e conteúdos incríveis para os nossos leitores.

Fotos cedidas por Depositphotos.

Partilhar este artigo