Tratamento Depressão Profunda

Estima-se que uma em cada quatro mulheres e um em cada dez homens possam ter crises de depressão em alguma fase da sua vida e as crianças também podem ser afectadas.

A depressão afecta de um modo significativo o rendimento no trabalho, a vida familiar e todas as actividades do doente, causando grande sofrimento.

Os sintomas da depressão não só sintomas psicológicos mas também físicos que afectam o dia-a-dia. Cada indivíduo experiencia a doença de forma diferente.

Nas formas mais graves, os sintomas podem surgir sem relação aparente com acontecimentos traumáticos da vida e duram diversos meses.

Nas formas mais ligeiras, a intensidade dos sintomas é menor e permitem a manutenção das actividades diárias, embora sempre com uma sensação de fadiga, tristeza e desinteresse, que se prolonga durante anos.

Depressão

Em alguns casos, a depressão não se manifesta sob a forma de tristeza mas através de sintomas como a fadiga, dores inespecíficas, sensação de opressão no peito, insónias, perturbações digestivas (náuseas, vómitos, diarreia), o que coloca a hipótese de uma doença diferente, assim dificultando e retardando o diagnóstico.

O prognóstico da depressão é bom e depende essencialmente do tratamento instituído e de um adequado controlo de todos os factores de risco presentes em cada caso.

O sintoma mais grave desta condição é ter pensamentos sobre suicídio, pelo que não deve ser desvalorizado, principalmente se acompanhado de solidão.

Só em Portugal, a doença afecta mais de 20% da população, colocando o nosso país no topo da tabela europeia e do mundo.

De facto, Portugal é o país da Europa com a taxa mais elevada de pessoas que sofrem de depressão e o segundo a nível mundial. Números sem dúvida alarmante.

E apesar da doença ser reconhecida pelo Plano Nacional de Saúde, estima-se que um terço das pessoas afectadas, não seja acompanhada medicamente.

Para travar esta tendência, o primeiro passo é saber identificar os principais sinais de depressão.

Vote neste artigo

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*