Tire suas dúvidas sobre hiperidrose

A hiperidrose é o excesso de suor em alguns locais do corpo. Isto acontece devido à disfunção do sistema nervoso simpático que envia mensagens erradas e desta forma produz uma maior quantidade de suor.

Apear de ser uma condição benigna ela pode causar desagrado e desconforto social. Esta condição pode incomodar na axila e em outras partes do corpo.

Sintomas da hiperidrose

O sintoma principal é o suor em excesso em algumas partes do corpo como mãos, axilas, rosto/face, couro cabeludo, nádegas, virilhas e pés.

Este suor pode acontecer de maneira episódica (aparece e desaparece) e em vários momentos do dia, como nos dias quentes e frios.

Diagnóstico

O diagnóstico é baseado conforme o histórico e sintoma dos pacientes.

No entanto, existem dois tipos, a primária focal e secundária generalizada. A focal pode ocorrer na infância ou adolescência e acontece nas mãos, pés, axilas, cabeça, ou rosto. Neste caso, não ocorre enquanto dorme ou quando  estão em repouso.

Entretanto, é comum que exista mais casos na família, pois ela afeta de 2 a 3% da população, mas infelizmente menos de 40% dos pacientes com essa condição consultam um médico.

Já outro tipo é a hiperidrose secundária generalizada. Ela ocorre, pois a transpiração excessiva acontece devido à condição médica, ou efeito colateral de uma medicação. Diferente da focal, na secundária as pessoas suam em todos locais do corpo até mesmo em áreas incomuns, porém, a diferença entre os dois tipos de hiperidrose é que na generalizada secundária é possível transpirar em excesso durante o sono.

A secundária começa na fase adulta e para o tratamento é necessário determinar a causa da condição, seja por doença ou medicação.

Diante disso, existem dois testes para averiguar, um é de amido-iodo na qual é feita aplicação de uma solução de iodo no local suado e depois de seco o amido é aspergido sobre a zona.

Com a mistura do amido e iodo, mais o suor, o local fica com cor azul escura. Por fim o último método consiste em colocar um papel especial na área afeada para absorver o suor, depois é pesado, desta forma, quanto mais peso quer dizer que o suor foi acumulado.

hiperidrose

Tratamento

O tratamento muda conforme a área acometida, podendo ser:

Anti-transpirante

Para sudorese excessiva em axilas o médico dermatologista pode prescrever anti-transpirante.

Medicamentos

No caso de hiperidrose generalizada ou em áreas extensa pode ser recomendado medicamentos anticolinérgicos, pois ajuda a impedir as glândulas sudoríparas. Estes medicamentos podem ser eficazes, mas pode causar efeitos colaterais como boca seca, tonturas e problemas com a micção.

Além destes medicamentos é possível utilizar os beta-bloqueadores e benzodiazepínicos para diminuir a transpiração relacionada ao estresse e ansiedade.

Toxina botulínica tipo A

A toxina botulínica (Botox) pode ser aplicada em mãos ou nos pés para que ocorra o bloqueio dos nervos que estimulam a sudoreses.

Este método é simples e pode garantir resultados de 9 a 12 meses, mas é necessário fazer aplicações periódicas e pode ser usado para hiperidrose de couro cabeludo e face.

Simpatectomia torácica

Para casos severos é preciso fazer um procedimento cirúrgico, onde desliga o sinal para evitar suor em excesso.

Esta opção também pode ser utilizada para tratamento da extrema transpiração do rosto. Entretanto, a complicação é a sudorese reflexa que pode fazer com que a pessoa comece a suar em outros locais do corpo.

Curetagem/ aspiração de glândulas sudoríparas axilares

Este é o tratamento definitivo para sudorese axilar e tem como função retirar as glândulas sudoríparas axilares através de uma cirurgia feita com anestesia local.

Ao contrário do tratamento anterior contra a hiperidrose, não existe risco de sudorese reflexa, pois retira-se as glândulas. Este tipo de tratamento também é indicado para quem sofre Bromidrose que é suor excessivo com odor forte e desagradável.

mais info: http://www.terapiasdamente.pt/blog/hipnose-ansiedade/

Vote neste artigo

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*